Seja bem-vindo ao site do Método Gerar
logo


O risco de quedas durante a gestação

Por Profa Dra Valeria Santos de Almeida

Durante a gravidez ocorrem diversas modificações músculo-esqueléticas e hormonais que aumentam o risco de cair. Há os hormônios relaxina e estrógeno que provocam frouxidão ligamentar em todas as articulações. Isso ocorre para facilitar o parto vaginal. Além disso, com o crescimento do bebê, a barriga vai crescendo e deslocando o centro de gravidade para traz para que a gestante não caia para frente. Estas alterações podem aumentar o risco de quedas e entorces de tornozelo, por exemplo. Além disso, o equilibro também  fica prejudicado. Sendo assim, a pratica de exercícios durante a gestação requer mais atenção. Apesar disso,  estudos que relatem sobre lesões na gravidez  são escassos.

Ainda está quentinha a informação que saiu na Journal of |Physical Acivity & Health vol 7 de 2010 que relatam que de um amostra de 1469 gestantes da Carolina do Norte apenas 34 mulheres lesões relacionadas a atividade física ou exercícios. Sendo que dentre as lesões mais comuns foram arranhões (55%). Entre todas as lesões 33% resultaram de exercícios físicos e 67% de outras atividades fora do exercício. Além disso, 64% de todas as lesões foram decorrentes de quedas.

Este estudo aponta um número pequeno de lesões decorrentes do exercícios físico e maior número por quedas.  Sendo assim, fica aqui a dica,

– evitar o uso de sapatos com saltos durante a gravidez;

– evitar giros e saltos;

– evitar atividades que envolvam equilíbrio.

Saiba mais sobre o assunto no Curso Gravidez e Exercício


Deixe um comentário

*

captcha *